Terça, 24 Março 2015 00:00

Por telefone, presidente do Corinthians pediu paciência a Pato em dívida salarial Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Presidente eleito no último mês de fevereiro, Roberto de Andrade assumiu o Corinthians em complicada situação financeira e vem tentando, aos poucos, recolocar o clube em posição econômica mais cômoda.

 

Uma das providências foi telefonar para o atacante Alexandre Pato, emprestado ao São Paulo, e pedir paciência quanto aos direitos de imagem atrasados.

 

Conforme apurou o ESPN.com.br, assim que assumiu o cargo, o dirigente pegou o telefone e ligou para o jogador para conversar a respeito dos valores devidos, que completam sete meses em março, de acordo com informações vindas de dentro da própria agremiação. No total, são cerca de R$ 2,8 milhões de dívida.

Roberto explicou ao jogador o péssimo momento financeiro do Corinthians e avisou que vai tentar resolver o quanto antes a questão, tranquilizando Pato, que tem contrato com o clube até o fim de 2016. O presidente fez o mesmo com os representantes do jogador: telefonou e explicou que está tentando contornar a situação.

 

Alexandre Pato está emprestado ao São Paulo desde o começo de 2014, quando foi envolvido em uma troca com Jadson. Com contrato até o fim de 2015 no clube tricolor, o jogador vem tentando embalar no Morumbi para se valorizar, voltar à seleção brasileira e ao futebol europeu.

 

Com salário de R$ 800 mil, sendo R$ 300 mil na carteira de trabalho e R$ 500 mil em direitos de imagem, o jogador tem metade de seus vencimentos, R$ 400 mil, pagos pelo São Paulo - q também arca com os encargos trabalhistas da CLT, mais R$ 82,500 -, enquanto o Corinthians banca a outra metade - R$ 400 mil.

 

O time do Parque São Jorge arca com o valor apenas em direitos de imagem, mas vem atrasando os vencimentos do atacante e outros atletas do elenco devido à situação financeira delicada.

 

A prioridade é quitar os cerca de R$ 13 milhões em dívidas com a equipe e o técnico Tite, entre imagem e prêmios, além de aproximadamente R$ 12 milhões de dívidas com empresários, e só depois resolver a situação com Pato.

 

 

 

Fonte: ESPN         /Foto: Getty

Lido 2286 vezes

Pesquise no site

Amigos online

Temos 164649 visitantes e Nenhum membro online