Segunda, 15 Junho 2015 00:00

Dunga defende 'pressionado' Tardelli: 'Não é porque não faz gol que vai tirar' Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Foram uma, duas, três chances desperdiçadas durante a partida.

 

Para piorar, ainda viu o seu substituto, Douglas Costa, entrar no fim e assegurar a vitória de 2 a 1 de virada do Brasil sobre o Peru. Nenhum atleta deixou o campo mais contestado que Diego Tardelli na estreia da seleção na Copa América, neste domingo, em Temuco, no Chile.

Dunga, no entanto, deu um voto de confiança ao seu camisa 9.

 

Em entrevista coletiva após o jogo, se negou a decretar a saída do atacante do time.

 

"Acabamos o jogo agora, vamos fazer uma análise com o departamento médico, ver o desgaste dos jogadores, quais apresentam melhores condições e depois decidir. Não é porque o jogador não faz gol que vai tirar ou porque faz que vai ser titular. É uma sequência", afirmou.

 

Tardelli concorre diretamente com Roberto Firmino.

 

A sensação do Hoffenheim marcou no último amistoso de preparação, na vitória de 1 a 0 sobre Honduras, em Porto Alegre.

 

Ainda assim, ele não saiu do banco de reservas neste fim de semana.

 

"Muito cedo para pensar em mudança. O que é importante é você ter um coletivo forte e o time se acertando. Se você não tem aquela retenção de bola, velocidade, você coloca esse jogador. Por isso, não trabalhamos com 11 jogadores, mas com todo grupo. Nessa Copa América, vamos usar muito mais as trocas, fim de temporada, desgaste", concluiu.

 

Com o resultado, o Brasil divide a liderança do grupo C com a Venezuela, que ganhou da lanterna Colômbia por 1 a 0 e também tem três pontos. Peru e Colômbia ficam com nada.

 

Os comanados de Dunga voltam a campo na próxima quarta-feira, contra a Colômbia, às 21h (de Brasília), no Estádio Nacional, em Santiago.

 

 

 

 

Fonte: ESPN      Foto

Lido 1659 vezes

Pesquise no site

Amigos online

Temos 322 visitantes e Nenhum membro online