Terça, 10 Novembro 2015 00:00

Cuca descarta volta ao São Paulo em 2016 Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Antes mesmo de anunciar a saída de Doriva, o São Paulo consultou, através de intermediários, a situação para a volta de Cuca ao clube em 2016 e escutou que seria necessário pagar uma "multa pesada".

 

O técnico tem contrato com o Shandong Luneng, da China, até dezembro de 2016 e tentou, sem sucesso, antecipar a sua saída após ser suspenso por uma suposta agressão a um bandeirinha.

Em contato com a reportagem do ESPN.com.br, ele descartou um retorno ao Morumbi nesse momento.

 

"Tenho contato por mais um ano na China. Não tenho como vir", afirmou, através de troca de mensagens por aplicativo.

 

Cuca enfrenta talvez o seu pior momento no futebol asiático.

 

Além de ser obrigado a comandar o time de longe por causa do entrevero com árbitro auxiliar Zhan Wei, o comandante de 52 anos deixou de contar recentemente com o seu braço-direito Cuquinha. O assistente e irmão voltou a Curitiba no fim do mês passado para tratar de um problema no coração.

Ele enfrenta ainda dificuldades de relacionamento com nomes como Diego Tardelli, com quem trabalhou durante a sua passagem pelo Atlético-MG e indicou para acompanhá-lo no Shandong.

 

Em visita à Cidade do Galo na última semana, o próprio atacante admitiu que eles mantêm contato apenas profissional no dia-a-dia no futebol chinês. "A gente tem se falado pouco. Tivemos uns problemas dentro de campo com ele. Só conversamos pelo lado profissional, depois eu vou para a casa. A gente não tem muito diálogo. Não sei da vida dele", disse, na ocasião.

 

Essas informações chegaram à diretoria do São Paulo, que esbarra apenas na questão financeira inicialmente para concretizar o desejo de seu novo presidente, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. O técnico recebe salário mensal de cerca de R$ 1 milhão.

Doriva foi demitido do time tricolor após comandá-lo por apenas sete jogos e teve aproveitamento de 33%. Foram duas vitórias, um empate e quatro derrotas. No último domingo, perdeu por 2 a 1, fora de casa, para o Cruzeiro.

 

Ele assumiu a equipe no começo de outubro, após a saída de Juan Carlos Osorio para a seleção mexicana, e permaneceu apenas 32 dias no cargo. Doriva foi o quarto técnico do São Paulo somente em 2015 e o deixa na quinta colocação do Campeonato Brasileiro, com 54 pontos, um atrás do Santos, que fecha o G-4

 

 

 

Fonte: ESPN          Foto: Getty

Lido 1855 vezes

Pesquise no site

Amigos online

Temos 749 visitantes e Nenhum membro online