Segunda, 02 Janeiro 2017 00:00

Jeanderson busca nova chance no Nordeste e acerta com Ferroviário-CE Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Geralmente as pessoas fazem votos de ano novo com a esperança de que "dias melhores virão". E é com esse pensamento positivo que o lateral-esquerdo Jeanderson quer esquecer 2016. Após uma passagem apagada pelo Sampaio Corrêa no primeiro semestre, o atleta capixaba busca a redenção no Ferroviário e quer agarrar a chance de disputar o Campeonato Cearense 2017.

Revelado na Ferroviária-SP, Jeanderson também passou por Rio Branco-ES, Vitória-ES, Serra, São José-RS, Cruzeiro-Poa, Santa Rita-AL e Portland Timbers-EUA. Credenciais que dão ao atleta de 25 anos respaldo para buscar um lugar ao sol novamente futebol nordestino.

- Acertei com o Ferroviário e vou viajar pro Ceará, para disputar o Campeonato Cearense deste ano - revelou Jeanderson.

Ter sido campeão nacional nos Estados Unidos em 2015 pode ajudar nessa tarefa. Jeanderson estava na equipe do Portland Timbers que conquistou o título da Major League Soccer (MLS). Porém reconhece que a volta ao Brasil no ano seguinte foi uma decisão errada, até precipitada. Mesmo assim, o lateral tem em suas resoluções de ano novo começar uma vida nova no Ceará.

- Comparando com 2015 e com os últimos anos meus, foi um 2016 muito ruim. Foi um ano que eu voltei dos Estados Unidos, o que eu não queria, voltei a jogar no Brasil, acertei com o Sampaio Corrêa, que foi um clube onde eu não me adaptei bem. Não joguei o segundo semestre, então foi um ano muito difícil. Então quero entrar 2017 bem melhor e poder jogar o ano todo.

 

2º semestre iluminado na grama sintética

De volta ao Espírito Santo, Jeanderson se aventurou em outro piso, a grama sintética, e defendendo a camisa do Santo André, o atleta teve um segundo semestre iluminado, quase perfeito. Boas campanhas em âmbitos nacional e estadual deixam o jogador mais tranquilo para retornar aos gramados e repetir o bom desempenho exibido no futebol 7.

- Eu nunca tinha jogado, porque estive sempre viajando, sempre jogando profissionalmente, mas nunca tive tempo. Sempre fui convidado e neste ano eu tive um pouco mais de tempo, por estar em casa e decidi me aventurar no futebol 7, quase fui jogar futebol de areia também, mas decidi ficar só na grama sintética mesmo, e fui feliz. Meu ano no futebol 7 foi muito bom, porque eu fui vice-campeão brasileiro, campeão estadual, campeão serrano. Eu queria que meu ano no futebol de campo fosse como foi no futebol 7.

 

Fonte: Globo Esporte/ES

Lido 1470 vezes

Pesquise no site

Amigos online

Temos 242748 visitantes e Nenhum membro online