Série A

Série A (66)

Sem perder há quase um mês e meio, quando caiu diante do Botafogo na Ilha do Governador, o Palmeiras inicia uma das semanas mais importantes de sua temporada tentando evitar um clima de guerra para o duelo contra o Flamengo, às 21h45 da quarta-feira, no Allianz Parque. O técnico Cuca prevê um "grande jogo" contra os cariocas, mas fugiu do rótulo de "decisão antecipada" ao citar o confronto diante do Corinthians, no sábado, na arena do rival. Para ele, todos os jogos a partir de agora têm a mesma importância.

"[O jogo contra o Flamengo] É mais uma partida decisiva, como era contra o Grêmio. Eu acho bom entendermos o campeonato. As equipes passam por momentos. Algumas equipes vivem bons momentos, casos de Palmeiras e Flamengo. E sábado que vem, lá na Arena Corinthians? Não vai ser uma decisão? São jogos com cara de decisão. Para quem quer ser campeão, todos os jogos têm essa cara", analisou, após o empate sem gols contra o Grêmio.

"O Flamengo cresceu e venceu os últimos jogos. Isso não se deve a um só jogador [Diego]. É um prenúncio de um grande jogo", acrescentou.

Com 78,7% de aproveitamento dentro do Allianz Parque neste Campeonato Brasileiro – dos onze jogos disputados na casa alviverde, só três não terminaram com vitória do time da casa –, o Palmeiras tem no fator campo um trunfo para que o roteiro de 2009 não seja repetido.

Na ocasião, o Palmeiras recebeu o Flamengo no Palestra Itália, pela 30ª rodada do Brasileiro, em situação semelhante: era o líder do campeonato, enquanto os cariocas ocupavam a segunda colocação, quatro pontos atrás. Uma atuação impecável de Petkovic, autor de dois gols no duelo, marcou a arrancada rubro-negra para o título e a queda de rendimento do Alviverde naquela temporada. Nas últimas oito rodadas, o clube paulista venceu apenas duas vezes e não conseguiu sequer a classificação para a Libertadores.

O Flamengo não vence o Palmeiras em São Paulo desde aquela partida.

Fonte: UOL

De olho no confronto contra o Sport, o Corinthians treinou nesta segunda-feira no CT Joaquim Grava. Com problemas para formar o ataque, o técnico Cristóvão não pôde contar mais uma vez com Guilherme, que seguiu tratando dores musculares e sequer foi ao campo.

Com apenas quatro gols marcados nos últimos seis jogos, o Timão não passa por um bom momento na temporada. Em busca de um alívio da pressão vinda dos torcedores, Cristóvão teve a semana cheia para trabalhar. Ainda assim, o treinador ainda não tem certeza de qual time conseguira colocará em campo na próxima rodada do Brasileirão.

Com a dúvida sobre a situação de Guilherme, o reserva imediato deve ser Lucca, que pode entrar como titular na quinta-feira. A principal contratação do clube, Gustavo ainda não está com a forma física ideal e deverá começar no banco. A tendência é que ele entre no decorrer da partida contra o time pernambucano. A ideia da diretoria é não pressionar muito o jovem de 22 anos vindo do Criciúma.

Outro ponto de interrogação no elenco é a lateral direita. Com a Seleção Brasileira, que enfrentará a Colômbia nesta terça-feira, Fagner ainda não está confirmado como titular. Caso não tenha condições de jogo, Léo Príncipe vem treinando como titular e deve ser o substituto.

Expulso contra a Ponte Preta, Balbuena fica de fora e Vilson entrará no lugar do paraguaio na defesa. Dessa forma, o provável time titular de Cristóvão será Cássio; Fagner (Léo Príncipe), Vilson, Yago e Uendel; Cristian, Camacho e Rodriguinho; Marquinhos Gabriel, Marlone e Lucca. A partida contra o Sport está marcada para a quinta-feira, no Estádio de Itaquera, às 19h30 (de Brasília).

 

Fonte:gazetaesportiva

O Internacional sofreu nas mãos de Gustavo Scarpa - autor de dois gols - na tarde deste domingo e viu o jejum de vitórias aumentar para 11 jogos no Campeonato Brasileiro com o empate diante do Fluminense, por 2 a 2, no Estádio Beira-Rio, pela última rodada do primeiro turno. O resultado coloca a permanência do técnico Paulo Roberto Falcão, que foi expulso, em xeque.

A última vitória do Internacional aconteceu sobre o Atlético-MG, por 2 a 0, no dia 16 de junho, pela oitava rodada, quando o time ainda era comandado por Argel Fucks. De lá para cá, foram oito derrotas e três empates, resultados que deixam os gaúchos próximos da zona de rebaixamento, com 22 pontos. O Fluminense tem 25 e perdeu a chance de encostar no G4, figurando na décima colocação.

Logo aos dois minutos, Alan Costa afastou mal e a bola sobrou para Gustavo Scarpa, que viu Marcelo Lomba e chutou no ângulo, abrindo o placar. A torcida, que já estava impaciente, não demorou muito para começar com as vaias. O nervosismo tomou conta do Internacional, tanto que até o normalmente tranquilo Falcão foi expulso.

Em uma das únicas finalizações da equipe, Seijas deixou tudo igual aos 47 minutos com um lindo chute de fora da área. A bola tocou na trave e entrou. Antes, Diego Cavalieri havia salvado em outra bomba do próprio venezuelano.

No segundo tempo, o Internacional voltou mais animado, mas o Fluminense foi quem ficou novamente na frente do placar, aos 18 minutos. Gustavo Scarpa recebeu de Danilinho e finalizou no canto de Marcelo Lomba. O empate aconteceu apenas aos 32 minutos. Escanteio cobrado, a bola passou por todo mundo e Fernando Bob chutou de primeira, marcando seu primeiro gol com a camisa colorada. Nos minutos finais, Seijas ainda assustou em chute colocado. Quase que o time gaúcho consegue a virada.

O Internacional volta a campo apenas na segunda-feira da outra semana, dia 20, contra a Chapecoense, às 20 horas, na Arena Condá, em Chapecó (SC). No domingo, o Fluminense recebe o América-MG, às 11 horas, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES). Os jogos são válidos pela 20.ª rodada, a primeira do returno.

Fonte: Super Esportes | Foto: Ricardo Duarte/Internacional

O técnico Edgardo Bauza fará seu último jogo no comando do São Paulo nesta quinta-feira (4), contra o Atlético-MG, no Morumbi. Havia dúvida sobre quem seria o comandante do time após o acerto do treinador com a seleção argentina, mas a informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (2) pelo clube.

No treino desta terça, inclusive, Bauza já esteve em campo naquele que vai ser seu penúltimo treino com a camisa tricolor. Na quarta, ele volta a treinar seus atletas. Com a notícia, o CT do São Paulo encheu de jornalistas e membros da imprensa, inclusive argentina.

No treino, ele ensaiou um time com novidades. Denis; Buffarini, Lugano, Maicon e Mena; Hudson e Thiago Mendes; Kelvin, Wesley e Michel; Chavez.Horas após a saída de Bauza, o vice-presidente de futebol, José Médicis, deu entrevista à rádio Globo afirmando que já tinha um nome para a sucessão. A diretoria prefere não efetivar Pintado como treinador interino.

O técnico já havia sinalizado com a possibilidade de fazer sua despedida do São Paulo diante do Atlético-MG. Entretanto, faltava acertar com os diretores do clube como seria feita a transição do cargo.

Enquanto isso, a diretoria ganha tempo para pensar em quem será o substituto do técnico argentino no comando do São Paulo. Atualmente, o clube ocupa a 10ª colocação no Campeonato Brasileiro com 23 pontos.

Fonte:estadao

Depois de dois empates seguidos dentro de casa, o Corinthians enfim voltou a vencer. Neste domingo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, a equipe comandada por Cristóvão Borges não apresentou um futebol de encher os olhos dos torcedores, mas fez o necessário para aumentar a crise no Internacional e assumir provisoriamente a liderança da competição, pressionando o arquirrival Palmeiras. Elias, titular pela primeira vez após se recuperar de uma fratura na costela, garantiu o triunfo por 1 a 0 no Beira-Rio.

Com a vitória, o Corinthians assume a liderança provisória do Campeonato Brasileiro, já que soma 33 pontos, um a mais que o Palmeiras, mas que ainda entra em campo neste domingo para enfrentar o Botafogo, no Rio de Janeiro, às 18h30. Já o Internacional despenca para a 13ª posição, com apenas 21 pontos somados e, agora, com nove jogos sem saber o que é vencer na competição.

Fonte: UOL

Num jogo bastante ruim, o time mais bem dotado tecnicamente aproveitou a única jogada criativa de seu meio-campo e a boa fase de Guerrero. Neste domingo, deu Flamengo 2 a 0 sobre o Coritiba no Couto Pereira, com gols do peruano e de Marcelo Cirino. Destaque para o bom passe de Mancuello no lance que tirou o primeiro zero do placar da partida na capital do Paraná. É a segunda vez que o camisa 9 rubro-negro marca em três partidas consecutivas. Só havia conseguido o mesmo em seus três primeiros confrontos pelo clube. No finzinho, Cirino recebeu excelente lançamento de Cuéllar e fechou a conta.

Antes um fantasma para o Flamengo, o Couto Pereira agora tem sido como a casa dos cariocas. No estádio, venceu os últimos quatro jogos válidos pelo Brasileiro entre as equipes. Público nesta tarde foi de 16.177 pagantes (17.606 presentes), e a renda, de R$ 616.520,00.

Apesar do triunfo, o Rubro-Negro permaneceu na quinta colocação, agora com 30 pontos conquistados. O Coxa, que permanece com 18, pode entrar no Z-4 ao fim da rodada. O Fla volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h45, para enfrentar o Santos, em Cuiabá. No mesmo dia os paranaenses enfrentam o Vitória, às 19h30, em Feira de Santana.

Fonte:globoesporte

O primeiro dia de Diego no Ninho de Urubu foi de muita avaliação física. Nesta quinta-feira (28) pela manhã, o meia teve um acompanhamento dos fisiologistas do Flamengo e realizou atividades específicas no CEP (Centro de Excelência em Performance).

O máximo de proximidade que o jogador teve com o campo foi uma breve caminhada ao lado do gramado para acompanhar o treinamento comandado pelo técnico Zé Ricardo aos demais atletas do elenco.

Diego começou uma espécie de pré-temporada fora de época. Como disputou a última partida em 19 de maio -empate por 2 a 2 entre Fenerbahçe e Sivasspor-, ele precisa recuperar os mais de dois meses de inatividade.

A comissão técnica não estipula data para a aguardada estreia, mas internamente duas semanas de preparação são consideradas fundamentais para que o reforço esteja em boas condições. Se o plano for cumprido, Diego estaria apto para atuar na primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro -jogo contra o Sport, dia 13 de agosto, na Ilha do Retiro.

A pressão para que o meia entre logo em campo existe. Ela vem principalmente da torcida, ansiosa para observar o rendimento do time com a presença de Diego. Os jogos contra Santos (3 de agosto) e Atlético-PR (6 de agosto) são bem vistos também entre os dirigentes. Entretanto, a preparação teria apenas em torno de uma semana, o que é considerado temeroso em vários aspectos pela comissão técnica.Diego terá o tempo necessário para se preparar. Se em uma semana ele fez o programa de sócio-torcedor receber cerca de 1.200 adesões, a torcida espera por um rendimento igualmente positivo dentro das quatro linhas. O plano está traçado, resta saber o desfecho de uma relação que agora começa para valer.

"Me sinto bem fisicamente. Mas o fundamental para o jogador é o ritmo de jogo. Isso vem com os treinos e bola. Preciso disso. Não consigo dizer em quantos dias estarei pronto para estrear. Sou o maior interessado em jogar. Não vejo a hora de vestir essa camisa", encerrou o camisa 35 da Gávea.

Fonte:folhapress

O Cruzeiro tentou, tentou e tentou, mas, quando a fase não é boa, nada parece conspirar a favor. Bom para o Sport, que, alheio à má fase do adversário, aproveitou duas de suas raras chances de gol, venceu por 2 a 1 e deixou a maioria dos torcedores no Mineirão frustrados neste domingo.

O grande nome do jogo foi o atacante Rogério, que marcou os dois gols da partida válida pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. No segundo, o atacante emprestado pelo São Paulo finalizou após uma bela jogada individual de Everton Felipe, que fez fila na defesa adversária. Willian descontou nos acréscimos para os donos da casa.

Com o resultado, o time mineiro completa cinco jogos sem vencer na Série A, sendo quatro derrotas, estaciona nos 15 pontos e figura na vice-lanterna. Nos últimos três jogos na competição, os comandados de Paulo Bento sequer foram às redes e foram vazados oito vezes.

Por outro lado, a equipe pernambucana dá sequência a sua reação. Depois de ter sofrido três reveses, o time pernambucano emendou sua segunda vitória seguida - vinha de um 4 a 2 sobre o Grêmio -, chegou a 18 pontos e deixa a zona de rebaixamento.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro visitará o Santos na Vila Belmiro, no domingo, às 16h (de Brasília). Um dia antes, o Sport receberá o Atlético-PR na Ilha do Retiro, às 18h30.

Fonte: ESPN

O Atlético-PR fez jogo consistente e venceu o Fluminense por 1 a 0 neste domingo, na Arena da Baixada, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O gol solitário do confronto foi marcado por Hernani, ainda no primeiro tempo do duelo.

O resultado levou o time paranaense à quarta colocação na Série A, ingressando no G-4 e ficando a apenas cinco pontos do líder Palmeiras.

Mas a equipe de Curitiba ainda pode ser ultrapassada pelo Santos, que encara o Vitória neste domingo, em Salvador.

Já o Fluminense perdeu a chance de encostar na briga por uma vaga na próxima Copa Libertadores.

Com 21 pontos, a equipe das Laranjeiras caiu para a 12ª colocação, a quatro pontos da zona do rebaixamento.

O próximo jogo do Flu no Brasileirão é contra a Ponte Preta, domingo que vem, no Edson Passos, enquanto o Atlético-PR enfrenta o Sport, fora de casa, no sábado.

Fonte: ESPN

Em um duelo marcado por belos gols, a Chapecoense quebrou uma série de quatro partidas sem vencer e empurrou o Botafogo para a zona de rebaixamento. O time catarinense venceu por 2 a 1 em partida válida pela 16ª rodada do Brasileirão, na Arena Condá, em Chapecó.

A equipe alviverde chegou aos 22 pontos e subiu para a 10ª posição, enquanto os cariocas caíram para a 17ª colocação com 17.

Ricardo Gomes não teve à disposição os jogadores Jefferson, Leandrinho, Gegê, Rodrigo Pimpão e Sassá, enquanto Caio Jr. não contou com Arthur Maia, Alan Ruschel, Nenén, Neto, Marcelo, Moisés e Gil.

Os visitantes quase abriram o placar no primeiro minuto de partida. O goleiro Marcelo Boeck errou na saída de bola. Salgueiro foi para esquerda e tocou para Canales, que chutou por cima do gol. Sete minutos depois, Ananias fez jogada pela esquerda, partiu para cima do marcador e chutou em cima de Joel Carli. Jogadores pediram toque de mão e pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

Mesmo com menos posse de bola, os donos da casa fizeram o primeiro gol aos 24 minutos. Cléber Santana deu passe para o meia Hyoran, que passou pela marcação de dois defensores e bateu no contra-pé do goleiro Sidão.

Depois de ficar atrás, o time carioca pressionou. Aos 41 minutos, Diogo Barbosa cruzou e o goleiro Boeck desviou a bola que subiu. Bruno Silva emendou uma bela bicicleta, mas a bola passou por cima do travessão. Quatro minutos depois, os cariocas trocaram passes com rapidez e Canales fez gol, mas foi anulado por impedimento.

Na segunda etapa, o Botafogo continuou atrás do empate e criou boas oportunidades. Aos seis minutos, Neilton carregou a bola para o meio e chutou forte no canto para defesa de Boeck.

Aos 40 minutos, os visitantes chegaram ao empate. Camilo cobrou falta no ângulo, sem chances para o goleiro Marcelo Boeck. A alegria durou apenas dois minutos, pois Lucas Gomes recebeu livre na frente de Sidão e com uma cavadinha balançou as redes.

A Chapecoense enfrentará o Atlético PR pela terceira fase da Copa do Brasil na Arena Condá, nesta quarta-feira, às 19h30. A partida de ida terminou empatada por 0 a 0 na Arena da Baixada, em Curitiba. No mesmo dia e horário, o Botafogo receberá o Bragantino no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. O primeiro duelo terminou empatado por 2 a 2.

Pelo Campeonato Brasileiro, o desafio dos catarinenses será contra o São Paulo no Morumbi, no domingo, às 11h. Já os cariocas receberão o líder Palmeiras na segunda-feira (28.07).

Fonte: ESPN

Pesquise no site

Amigos online

Temos 107794 visitantes e Nenhum membro online