Copa do Nordeste

Copa do Nordeste (6)

Para Corrêa, o Fortaleza fez uma grande partida. E, de fato, fez. Com domínio em boa parte da partida desta quarta-feira (25), na Arena Castelão, o Tricolor do Pici mostrou que pode garantir vaga nas semifinais da Copa do Nordeste.

 

- Fomos bem em campo. Jogamos do jeito que gostamos e impomos nosso ritmo em campo. O Sport é um adversário bem difícil. Por isso, jogar como jogamos e conseguir a vitória mostra que estamos em uma boa fase - analisou.

Após terminar em segundo lugar no Grupo D, atrás apenas do Ceará, o Fortaleza poderia ter marcado mais gols. Exemplo disso foi o pênalti perdido por Lúcio Maranhão no segundo tempo.

- O Lúcio Maranhão é grande jogador. Perder um pênalti é do jogo. Mas temos que pensar em repetir esse jogo de hoje em Recife, no próximo domingo. Não poderemos desperdiçar novas chances de fazer gol - frisou.

Aliás, é disso que Corrêa mais se preocupou em comentar. Para ele, o Fortaleza tem que se empenhar em reforçar a defesa e se manter ativo no ataque. Tudo, claro, com bastante atenção.

- Para conseguir a classificação, temos que manter o padrão de jogo de hoje (nesta quarta-feira, no Castelão) e tentar marcar. O Sport virá pra cima e terá o apoio da torcida em casa, que é muito forte - finalizou.

O Fortaleza joga com o Sport, fora de casa, na volta das quartas de final da Copa do Nordeste, às 16 horas, na Ilha do Retiro, em Recife.

 

 

 

 

Fonte: ESPN                  /Foto: Bruno Gomes/Agência Diário

Salgueiro e Ceará fizeram o primeiro jogo entre as equipes pelas quartas de final da Copa do Nordeste, nesta quarta-feira (25), no Cornélio de Barros. Com campanhas semelhantes na primeira fase da competição, o Carcará e o Vovô se classificaram em primeiro lugar pelos grupos C e D, respectivamente.

Mas, enquanto o time pernambucano esperava continuar fazendo história na competição, o time cearense buscava mais uma semifinal. Com mais organização e jogadas ofensivas, o Ceará venceu o Salgueiro por 2 a 0 fora de casa. Com o resultado, a equipe visitante garantiu vantagem para o jogo de volta. 

Jogando em casa, com as arquibancadas cheias, o Salgueiro entrou em campo segurando o Ceará e tentando jogadas de contra-ataque. Mas com desfalques importantes, a equipe não conseguiu criar boas oportunidades. Tranquilo e sem a pressão da torcida, o Ceará aproveitou os espaços e garantiu a vitória. O público da partida foi de 8.089 pessoas. 

As equipes se encontram novamente no sábado (28), a partir das 18h30, no Castelão. Para se classificar, o Ceará pode empatar e até perder por até um gol de diferença. Para o Salgueiro continuar na competição, a única alternativa é vencer com folga.

O JOGO

Com cinco minutos de jogo, o Salgueiro já teve indícios de que a partida não seria fácil. O artilheiro da equipe, Anderson Lessa acabou deixando o campo machucado. Cicinho, que o substituiu não conseguiu se encontrar em campo, tanto que no final acabou sendo substituído por Julio Estevão. Se no ataque a situação estava complicada, na defesa o Carcará bem que tentou segurar o Vovô, mas  aos 25 minutos, Fernandinho sem marcação mandou uma bomba da entrada da área e abriu o placar.

No segundo tempo, o Ceará continuou dominando a partida e levando seguidas jogadas de perigo ao gol de Luciano. Em uma das investidas, Samuel Xavier tentou cruzamento e Ricardinho aproveitou para marcar um golaço, aos 15 minutos. Depois disso, a equipe continuou pressionando e   buscando ampliar a vantagem. Mas o jogo acabou mesmo em 2 para o Ceará e 0 para o Salgueiro.

 

 

 

 

 

Fonte: ESPN                           /Foto: Google Imagens 

Em sorteio realizado na manhã desta sexta-feira na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ficou definido os quatro confrontos das quartas de final da Copa do Nordeste, que serão realizadas nos dias 25 e 29 de março.

 

Para estabelecer as partidas, os oito classificados foram divididos em dois grupos. No pote um ficaram os quatro primeiros colocados com melhor campanha - Vitória, Bahia, Ceará e Sport. No pote dois ficou o Salgueiro, primeiro colocado com pior campanha, mais os três melhores segundos colocados dentre os cinco grupos - Fortaleza, América-RN e Campinense.

 

Atual campeão, o Sport vai encarar o Fortaleza. Já o Ceará terá como adversário o Salgueiro, enquanto que o Bahia enfrenta o Campinense, repetindo um duelo que ocorreu duas vezes na fase de classificação pelo Grupo E (vitória do Bahia por 1 a 0 na Fonte Nova e empate em 1 a 1 no estádio Amigão). Melhor primeiro colocado na fase de grupos, o Vitória terá pela frente o América-RN. As duas equipes também se enfrentaram na primeira fase pelo Grupo A (triunfo dos baianos por 2 a 1 no Barradão e na Arena das Dunas por 3 a 1). Por terem feito melhor campanha, Vitória, Bahia, Ceará e Sport terão o direito de fazer a segunda e decisiva partida em casa.

 

Confira os confrontos das quartas de final da Copa do Nordeste

Dia 25/3

 

Fortaleza x Sport

Campinense x Bahia

Salgueiro x Ceará

América-RN x Vitória

 

Dia 29/3

 

Sport x Fortaleza

Bahia x Campinense

Ceará x Salgueiro

Vitória x América-RN

 

 

 

 

 

Fonte: ESPN                         /Foto: Viviane Leão/GloboEsporte.com

As torcidas organizadas de Botafogo-PB e Fortaleza, que são consideradas rivais, protagonizaram uma confusão generalizada na noite desta quarta-feira.

 

De acordo com a Polícia Militar da Paraíba, o tumulto aconteceu na parte externa do Estádio Almeidão, em João Pessoa - quando as equipes já estavam em campo no duelo válido pela Copa do Nordeste. E teve de agressão corporal a disparo de arma de fogo. 

Segundo a PM, cerca de 70 integrantes das duas torcidas foram encaminhados para a 9ª Delegacia Distrital, no bairro de Mangabeira, na região metropolitana da capital paraibana, onde foram autuados em flagrante e prestaram depoimento.

O tenente-coronel Anchieta, do batalhão de cavalaria da PM, relatou que houve também um disparo de arma de fogo, assim que os torcedores do Fortaleza chegaram ao Almeidão. Mas ninguém chegou a ficar ferido. 

- Tivemos que conter o conflito. Eles foram autuados na delegacia, mas devem ser liberados em seguida. Houve confronto com agressões, pedras, pedaços de madeiras, bolas de sinuca e também material explosivo dentro de mochilas. Tudo foi encontrado pelos policias. São pessoas que vêm pregar o ódio no estádio de futebol. Querem ver o outro destruído. Essas pessoas têm que ficar fora - relatou o tenente-coronel Anchieta. 

Após o conflito na parte de fora do Almeidão - próximo ao local que dá acesso à arquibancada sombra - ainda era possível encontrar pedras e pedaços de madeira pelo chão espalhados em vários locais. 

Dentro de campo, o Fortaleza acabou levando a melhor. Venceu o Botafogo-PB por 1 a 0 fora de casa e garantiu uma vaga na próxima fase da Copa do Nordeste junto com o maior rival: o Ceará.

 

 

 

Fonte: Globo Esporte-CE                                          /Foto: Lucas Barros / GloboEsporte.com/pb

O Fortaleza garantiu a classificação antecipada para a segunda fase da Copa do Nordeste ao vencer o Botafogo-PB por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Almeidão, em João Pessoa.

 

O único gol da partida foi marcado pelo zagueiro Lima, no segundo tempo. Já o Belo conheceu a sua quarta derrota em cinco jogos na competição regional, confirmando a pior campanha entre os 20 times que disputam a edição deste ano.

O resultado levou o Tricolor do Pici aos 11 pontos, garantindo a vaga nem que seja como um dos três melhores segundos colocados. Foi também a terceira vitória seguida sob o comando de Marcelo Chamusca. 

Na próxima rodada, semana que vem, tem o clássico com o Ceará, que vale o primeiro lugar na chave. Já o Botafogo-PB se despede da competição diante do também eliminado River, em Teresina.

Primeiro tempo amarrado e com muitas faltas

Com o Fortaleza precisando da vitória para garantir a classificação à segunda fase, e com o Botafogo-PB já eliminado, era de se esperar um certo predomínio do time cearense. Mas não foi o que aconteceu. Com um primeiro tempo amarrado, com muitas faltas (e cartões), foi o Belo que rondou mais o campo ofensivo.

Uma ligeira supremacia que nem de longe ameaçou o gol de Deola. Apesar de ter mais posse de bola, o time paraibano só arriscou chutes de fora da área, principalmente com Chapinha. Do lado do Tricolor do Pici, a aposta era encaixar um contra-ataque e colocar vantagem. Algo que ficou ainda mais complicado depois que Daniel Sobralense deixou o campo, com uma lesão muscular.

Assim, o 0 a 0 dos primeiros 45 minutos acabou sendo o resultado mais justo - o que não era nem tão ruim para o Fortaleza, mas que só aumentava a desconfiança do torcedor do Botafogo-PB com o seu time.

Tricolor marca e se garante na 2ª fase

O segundo tempo começou com o Belo pressionando. Em apenas dois minutos, o goleiro Deola fez duas importantes defesas, em finalizações de Chapinha e Rafael Oliveira.

Mas, assim como aconteceu nos jogos anteriores, o Botafogo-PB ficou no "quase". O Fortaleza, por sua vez, foi bem mais efetivo. E coube ao zagueiro Lima marcar o gol da classificação. Aos 14 minutos, ele subiu mais do que a defesa paraibana e testou sem defesa para Genivaldo.

Era o gol que decidiria a partida. Porque o Botafogo não tinha mais forças para reagir. Nem as entradas de Fábio Gama e Juninho melhoraram a produção ofensiva - definitivamente, o grande problema do time na Copa do Nordeste. E o Tricolor, com campo aberto, teve até chance de sair do Almeidão com um resultado mais amplo.

Não precisou. A vitória de 1 a 0 serviu direitinho para os cearenses deixarem João Pessoa classificados. E ainda com a possibilidade de eliminar o rival Ceará, na última rodada do Grupo D.

 

 

 

 

 

Fonte: Globo Esporte-CE

Para Silas, Marinho estava merecendo o gol pelo futebol apresentado nos últimos jogos. Contra o Botafogo-PB de acordo com o técnico, ele atuou muito bem.

 

Ele lembrou ainda que, antes, a torcida pedia apenas Assisinho e agora nas substituições também cobra Marinho em campo. 

- Isso é fruto do trabalho dele. Estamos fazendo a mesma coisa com o Robinho, com o Eloir. O Wescley foi muito bem também. Futebol é isso. Quando se tem dois bons por posição, é muito bom. Não se vai jogar bem sempre. Vai ter dia que não vai render. Marinho foi premiado com um gol e a entrada do Magno Alves - comentou. 

Silas finalizou apontando as razões pelas quais o Ceará não fez melhor atuação, apesar da vitória. 

- A primeira, a chuva. Choveu muito na madrugada, durante o dia, o campo estava pesado. E a segunda, foram três jogos em seis dias. É complicado. Tem que deixar Magno Alves fora do time porque três jogos em seis dias não é ruim só para o Magno, é ruim para todos. Não se consegue apresentar ao público um produto de qualidade. A gente sofre e quem é mandado embora é sempre o treinador - resumiu. 

 

 

 

 

Fonte: Globo Esporte-CE 

Pesquise no site

Amigos online

Temos 697 visitantes e Nenhum membro online