O Vice Presidente de futebol do Flamengo, Flávio Godinho, admitiu interesse no atacante Berrío, do Atlético Nacional. O Dirigente também falou que Vargas e Cecílio Domínguez estão no radar e diz não ter pressa para finalizar as contratações para o ataque: “A melhor janela é a do fim de janeiro.”

A princípio, o clube colombiano pede cerca de US$ 5 milhões (cerca de R$ 16 milhões). Valor que fez o Santos desistir da contratação de Berrío. Godinho, não confirmou que o Flamengo já tenha feito proposta, mas admitiu o interesse no jogador.

– Se você me perguntar se interessa o Berrío? Interessa, assim como interessam o Cecílio Domínguez, o Vargas… Quero o Vargas? Quero. Mas o clube dele quer vendê-lo para a China. Agora isso não quer dizer que teremos o jogador se apresentando na semana que vem. Idealmente seria bom ter o jogador na quarta-feira no Ninho, mas nós não vamos mudar nosso orçamento nem mesmo em uma vírgula – disse ao globoesporte.com.

Segundo apurou o Torcedores.com, Vargas e seus representantes gostaram do interesse rubro-negro, mas aguardam o fechamento da janela. Mesmo com interesse da China, o atacante prefere, a princípio, continuar na Europa, mas em outra equipe. Caso não seja concretizado nenhuma transferência, o Flamengo entraria no circuito.

O dirigente rubro-negro afirmou também que os reforços podem não chegar agora, mas possivelmente até o final do mês.

– A melhor janela é a do fim de janeiro. Em consultas que fizemos nessa época do ano, alguns clubes têm de monetizar seus jogadores e buscam isso. No início do ano, ele tenta um mercado emergente, como chinês, por exemplo. Se não conseguem, lá para a última semana de janeiro, o mercado brasileiro se torna algo mais factível. O jogador se reapresenta na Europa, o técnico avalia se vai utilizá-lo ou não. Se não conta com o atleta, tenta a negociação. O Alan Patrick (de volta ao Shakhtar Donetsk para ser avaliado pelo treinador) é um exemplo que podemos usar.

eduardo-vargas-correndo-bola-chile-640x480-getty

Conforme informado pelo Torcedores.com, o Flamengo praticamente descartou as primeiras opções para o ataque, indo atrás de novos nomes (Veja acessando ao link). Godinho não escondeu que o clube busca atacantes que atuam pelos lado do campo.

– Contratação pede calma. Não tenho muita bala na agulha, então tenho que esperar o melhor momento. Às vezes um jogador que não é para o seu bico agora, no fim do mês pode ser. O apressado come cru. Mais importante do que dizer se é Berrío ou Cecílio é a característica. O mais importante é o conceito da contratação.

Além de Berrío, o Fla também confirmou interesse em outro jogador do setor ofensivo.

Fonte: Torcedores.com

O brasileiro Marlone é um dos três concorrentes ao prêmio Puskas 2016, dado ao gol mais bonito da temporada. O troféu será entregue nesta segunda-feira, em premiação realizada em Zurique, na Suíça, a partir das 15h30 (de Brasília). O jogador do Corinthians terá como adversários o malaio Mohd Faiz Subri e a venezuelana Daniuska Rodríguez.

O gol do meia brasileiro foi marcado em duelo contra o Cobresal, pela Libertadores. Após linda jogada do ataque do Timão pela direita, a bola foi cruzada na área e Marlone, com classe, ajeitou no peito e mandou um lindo voleio.

"É meio suspeito falar disso. Acho que o meu foi mais bonito. Foram dois golaços, o dela e o dele. O meu, pela jogada, pela dificuldade do domínio, pelo movimento, foi mais bonito. Acho que merece, sim, ganhar. Por que não levar mais um prêmio para o Brasil? Isso é bom para o país, mais um brasileiro estar representadando o país. Se eu levar esse título, vai ser o terceiro. Acho que vai ser importante para o povo brasileiro também", disse Marlone, ao "Sportv".

 

Já Daniuska Rodríguez fez o seu gol na partida entre Venezuela e Colômbia, no dia 14 de março, em partida válida pelo Sul-Americano sub-17 feminino. Mohd Faiz Subri, do Penang FA, marcou contra o Pahang, em fevereiro, pelo Campeonato Malaio.

Marlone pode ser o terceiro brasileiro a ficar com o prêmio Puskás. Já venceram Neymar (2011) e Wendell Lira (2015). Os outros ganhadores foram: Cristiano Ronaldo (2009), Hamit Altintop (2010), Miroslav Stoch (2012), Zlatan Ibrahimovic (2013) e James Rodríguez (2014).

Fonte: LANCE!

Principal competição das categorias de base do Brasil, a Copa São Paulo de Futebol Júnior inaugura o calendário nacional de 2017 com recorde de clubes em sua 48ª edição. Ao todo, serão 120 clubes divididos em 30 grupos - superando o recorde de 2016 de 112 times e 28 grupos - na primeira fase.

O torneio começa nesta segunda-feira, com apenas duas partidas, ambas pelo Grupo 7, realizado em Araraquara: Ferroviária x Villa Nova-MG, às 18h45, e Palmeiras x Paranoá-DF, às 21 horas. A decisão está agendada para 25 de janeiro, data de aniversário da cidade de São Paulo.

 

A exemplo do que ocorreu em, 2016, a Copa São Paulo contará com sete fases. Na primeira, os 120 times serão distribuídos em 30 grupos de quatro clubes cada. Avançam os dois primeiros de cada chave. A partir da segunda fase, as disputas serão sempre em duelos eliminatórios, com jogo único até a decisão.

 

OLHO NO BI - Atual campeão ao superar o Corinthians na final, o Flamengo tentará repetir o feito da última edição para alcançar o bicampeonato e o quarto título da história. O time corintiano, por sua vez, espera manter a hegemonia, já que é o recordista de títulos com nove taças, cinco a mais que o Fluminense, o segundo maior vencedor.

 

Outros dois gigantes paulistas, assim como o Flamengo, tentarão o quarto título. São os casos de Santos e São Paulo, que já levantaram o troféu três vezes cada. O mesmo não se pode dizer do Palmeiras, que ainda luta pela conquista inédita da Copa São Paulo. Outros times do Estado de São Paulo que já foram campeões são Nacional, Ponte Preta e Portuguesa, todos com duas taças, além de Juventus, Guarani, América, Paulista, Marília e Santo André, todos com um título.

 

SONHO - Se os grandes clubes esperam lutar por título e emplacar futuros craques, há outros times bem mais modestos, que contam com jogadores que sonham por dias melhores na carreira e na vida. Torneio democrático por essência, a Copa São Paulo conta com vários equipes totalmente desconhecidos, que sequer disputaram a elite de seus Estados em 2016. São os casos de Paranoá-DF, Pinheiro-MA e Desportiva Paraense.

 

Nenhum destes, entretanto, terá de encarar uma maratona para disputar a competição como o São Raimundo-RR. O time passou a virada do ano na estrada. Afinal, terá de percorrer quase 3.700 km, entre viagens de ônibus e avião. Na primeira parte da maratona, a partir do dia 30, a delegação deixou Boa Vista, capital de Roraima, de ônibus rumo à Manaus. No início da tarde do dia 31, pegou avião para Guarulhos, para enfim, no dia 1.º, seguir rumo à cidade de Novo Horizonte, no interior paulista.

 

A viagem do São Raimundo só não é maior que o sonho do Pérolas Negras, time de futebol formado por jogadores do Haiti, país com o pior índice de desenvolvimento humano das Américas - 0,483 para 2014, conforme a ONU. A equipe disputará a Copa São Paulo pelo segundo ano seguido e tenta ao menos pontuar, algo que não ocorreu em 2016.

 

Apesar de ter sede em Porto Príncipe, capital da nação caribenha, o clube só existe graças à organização social brasileira Viva Rio. Quem sabe o torneio não possa significar o início de uma nova vida para estes atletas, vítimas de pobreza, guerras e desastres naturais sofridos pelo país.

 

Fonte: Estadão Conteúdo

Ceará e Fortaleza começam 2017 com um objetivo bem claro: não repetir o desempenho de 2016. O Tricolor vai para a quarta semana de preparação para a nova temporada, enquanto o Alvinegro retoma as atividades hoje, às 16 horas, com portões abertos em Porangabuçu.

 

Os dois clubes aproveitaram o período de final de ano para reformulações, com mudanças nos elencos e nas comissões técnicas.

 

Com a abertura do Campeonato Cearense marcada para daqui a duas semanas, além das estreias na Copa do Nordeste (Fortaleza) e Primeira Liga (Ceará) se aproximando, os dois rivais trabalham para finalizar a montagem dos grupos para quando a bola rolar de forma oficial.

 

O Vovô tem 24 atletas já acertados até o momento, mas ainda busca opções para complementar o setor de armação e mais um lateral esquerdo. As contratações não devem fugir do perfil adotado até aqui: atletas que se destacaram na Série B do Brasileiro 2016.

 

Os retornos dos ídolos Ricardinho e Magno Alves são as principais apostas para liderar o time tecnicamente em campo.

 

Contando com 26 jogadores — oito da base — sob contrato, o Fortaleza já anunciou dez contratações. No entanto, o clube ainda procura peças para defesa, meio-campo e ataque.

 

Um lateral para cada lado, jogadores de criatividade na meia-cancha e um outro atacante de área são as prioridades do Leão. O centroavante Jael, ex-Joinville, pode ser anunciado nos próximos dias.

 

Com apenas dois titulares do ano passado seguindo no Pici (lateral direito Felipe e o meia Rodrigo Andrade), os atacantes Juninho Potiguar e Lúcio Flávio, e o volante Gastón Filgueira aparecem como destaques entre os reforços já confirmados.

 

Fonte: O Povo Online | Foto: Tatiana Fortes

Geralmente as pessoas fazem votos de ano novo com a esperança de que "dias melhores virão". E é com esse pensamento positivo que o lateral-esquerdo Jeanderson quer esquecer 2016. Após uma passagem apagada pelo Sampaio Corrêa no primeiro semestre, o atleta capixaba busca a redenção no Ferroviário e quer agarrar a chance de disputar o Campeonato Cearense 2017.

Revelado na Ferroviária-SP, Jeanderson também passou por Rio Branco-ES, Vitória-ES, Serra, São José-RS, Cruzeiro-Poa, Santa Rita-AL e Portland Timbers-EUA. Credenciais que dão ao atleta de 25 anos respaldo para buscar um lugar ao sol novamente futebol nordestino.

- Acertei com o Ferroviário e vou viajar pro Ceará, para disputar o Campeonato Cearense deste ano - revelou Jeanderson.

Ter sido campeão nacional nos Estados Unidos em 2015 pode ajudar nessa tarefa. Jeanderson estava na equipe do Portland Timbers que conquistou o título da Major League Soccer (MLS). Porém reconhece que a volta ao Brasil no ano seguinte foi uma decisão errada, até precipitada. Mesmo assim, o lateral tem em suas resoluções de ano novo começar uma vida nova no Ceará.

- Comparando com 2015 e com os últimos anos meus, foi um 2016 muito ruim. Foi um ano que eu voltei dos Estados Unidos, o que eu não queria, voltei a jogar no Brasil, acertei com o Sampaio Corrêa, que foi um clube onde eu não me adaptei bem. Não joguei o segundo semestre, então foi um ano muito difícil. Então quero entrar 2017 bem melhor e poder jogar o ano todo.

 

2º semestre iluminado na grama sintética

De volta ao Espírito Santo, Jeanderson se aventurou em outro piso, a grama sintética, e defendendo a camisa do Santo André, o atleta teve um segundo semestre iluminado, quase perfeito. Boas campanhas em âmbitos nacional e estadual deixam o jogador mais tranquilo para retornar aos gramados e repetir o bom desempenho exibido no futebol 7.

- Eu nunca tinha jogado, porque estive sempre viajando, sempre jogando profissionalmente, mas nunca tive tempo. Sempre fui convidado e neste ano eu tive um pouco mais de tempo, por estar em casa e decidi me aventurar no futebol 7, quase fui jogar futebol de areia também, mas decidi ficar só na grama sintética mesmo, e fui feliz. Meu ano no futebol 7 foi muito bom, porque eu fui vice-campeão brasileiro, campeão estadual, campeão serrano. Eu queria que meu ano no futebol de campo fosse como foi no futebol 7.

 

Fonte: Globo Esporte/ES

Paulo Dybala é um dos jogadores mais cobiçados nesta janela de transferências. O atacante da Juventus ainda não acertou sua permanência com o clube de Turim e abre caminho para uma possível transferência para a Espanha. Os mais interessados são os gigantes Real Mdrid e Barcelona. 

 

Apesar de ter contrato com a Velha Senhora até 2021, o jogador pode acabar indo para o time Merenguue. Segundo o jornal espanhol "Mundo Deportivo", o presidente do Real, Florentino Pérez, confirmou que já tem o 'sim' do atleta de 23 anos. 

 

- Florentino Pérez, atualmente, tem essa segurança. Há negociação, baseada em milhões, para convencer a Velha Senhora - diz trecho da reportagem do periódico espanhol. 

 

Na atual edição do Campeonato Italiano, Dybala tem três gols e duas assistências. A equipe de Turim volta a campo somente no dia 8 de janeiro, às 17h45 (de Brasília), em casa, diante do Bologna. O time alvinegro é o líder do Italiano, com 42 pontos.

 

LANCE!

A diretoria do Atlético quebrou o mistério e apresentou, na manhã desta segunda-feira, as novas camisas de jogo que serão utilizadas no começo de 2017. Os novos uniformes, que terão a marca Topper, serão utilizados até que o Galo apresente, oficialmente, sua nova coleção de material esportivo, fato que deverá acontecer antes da estreia da Libertadores.

As novas camisas, um e dois de jogo e as de goleiro, serão utilizadas como tampão, já que o time encerrou a parceria que tinha com a Dry World, em uma quebra de contrato na justiça e acertou com a Topper, sua nova fornecedora de material esportivo.

As novas camisas já serão utilizadas, pela primeira vez, nesta terça-feira, na estreia do Galinho na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O uniforme também será levado para a Flórida Cup, no começo deste mês, no Campeonato Mineiro e na Primeira Liga.

A ideia do Atlético é colocar apenas uma quantidade pequena destas camisas à venda no mercado. Os uniformes se tornarão uma espécie de item para colecionadores. Os detalhes como preço e dia inicial da comercialização ainda não foram informados.

A camisa um de jogo será tradicionalmente listrada na frente. A grande novidade é que a parte de trás será branca com a numeração e a manga toda preta. Ela  tem gola arredondada, detalhes bicolores e retilíneos na nuca.

A segunda camisa é predominantemente branca e com detalhes em preto, além de gola arredondada e detalhes bicolores e retilíneos na nuca. Para os goleiros, serão três opções de camisas, nas cores verde, cinza e vermelha.

O TEMPO

Em um ano de grandes desafios para os clubes catarinenses e com a dificuldade cada vez maior de se encontrar um atleta com bom custo/benefício no mercado, a Copa São Paulo de Futebol Júnior continua sendo o melhor laboratório neste início de temporada. Uma boa participação na Copinha pode garantir um lugar ao sol no time profissional em 2017, como vem ocorrendo nos últimos anos.

 

A principal competição de base do país começa nesta quarta-feira (4) e os cinco grandes de Santa Catarina estão na disputa, que conta com 120 equipes. O Avaí está no Grupo 26, com Desportiva Paraense, Flamengo-SP e Guarulhos. O Figueirense está no Grupo 28, com Juventus-SP, Portuguesa e Sete de Setembro-AL. O Joinville está no Grupo 11, com Paulista, RB Brasil e Vitória da Conquista-BA. A Chapecoense está no Grupo 14, com Desportivo Brasil-SP, Nova Iguaçu e Sampaio Corrêa. O Criciúma está no Grupo 30, com Água Santa-SP, Porto-PE e Santo André.

 

Mas com o início da pré-temporada já no começo de janeiro, a dupla da Capital não deve levar seus principais jogadores Sub-20 para o torneio. Pelo lado do Avaí, o zagueiro Gabriel e os atacantes Vitor e Santarém, que já estavam integrados ao time profissional desde o ano passado, não irão disputar a Copinha e estarão na pré-temporada do clube em Santo Amaro da Imperatriz, assim como o zagueiro Maurício e o volante Thiago, que também serão promovidos. “A tendência é que outros atletas também subam após a participação na Taça São Paulo, como o volante Menezes, que jogou alguns jogos da Série B, e o goleiro Léo. O técnico Claudinei Oliveira vai estar monitorando os jogos e a ascensão vai depender do desempenho deles e da carência do profissional”, revelou o coordenador da base do Leão, Diogo Fernandes.

 

Pelo lado do Figueirense, o meia-atacante Matheuzinho, o zagueiro Henrique Trevisan, o lateral-direito Dudu e o atacante Índio, que já estavam na equipe profissional desde a reta final do Brasileirão do ano passado, também não jogarão a Copa São Paulo e estarão na pré-temporada alvinegra. “Vamos com uma equipe bem jovem, com apenas cinco atletas nascidos em 1997. Outros que já participaram do período final da Série A permanecerão no elenco profissional, o que nos deixa felizes e possibilita a subida de novos valores das categorias de base e nos dá a oportunidade de evoluirmos no processo de formação dos atletas mais jovens”, ressaltou o técnico do time Sub-20 do Figueira, Márcio Coelho.

 

Dupla da Capital mira boa participação no torneio 

 

Mesmo sem seus principais jogadores, tanto Avaí quanto Figueirense apostam em uma boa participação na Copa São Paulo. O Leão da Ilha espera superar a campanha de 2009, quando foi eliminado nas semifinais, nos pênaltis, para o Corinthians, que se sagraria campeão naquele ano. Já o Figueira espera repetir o título conquistado em 2008.

 

“A expectativa é a melhor possível. Esperamos superar a campanha de 2009, quando chegamos à semifinal. Estamos trabalhando muito. Realizamos dois amistosos, diante do Figueirense e o Internacional, onde tivemos duas vitórias, por 1 a 0 e 3 a 1, respectivamente”, afirmou o técnico da equipe Sub-20 do Avaí, Fabrício Bento, que conquistou o acesso como jogador do Leão em 2008.  

 

“Algo que lembramos constantemente aos atletas é o titulo da Copinha de 2008. Boa parte deste grupo que vai para São Paulo tem a dimensão da grandeza e a importância desse momento na carreira de cada atleta e acredito que eles estão bem preparados para agarrar essa oportunidade”, ressaltou Coelho.  

 

Grupo 11

 

Joinville

 

Paulista

 

RB Brasil

 

Vitória da Conquista-BA

 

Grupo 14

 

Chapecoense

 

Desportivo Brasil-SP

 

Nova Iguaçu-RJ

 

Sampaio Corrêa

 

Grupo 26

 

Avaí

 

Desportiva Paraense

 

Flamengo-SP

 

Guarulhos

 

Grupo 28

 

Figueirense

 

Juventus-SP

 

Portuguesa

 

Sete de Setembro-AL

 

Grupo 30

 

Criciúma

 

Água Santa-SP

 

Porto-PE

 

Santo André

 

Fonte: ND Online

Pesquise no site

Amigos online

Temos 240684 visitantes e Nenhum membro online