O Uniclinic, que conseguiu ascender para a Série A do Campeonato Cearense dentro de campo, no último domingo (24), ao golear o América por 4 a 1, não atuará mais na elite do futebol estadual em 2016. Isso porque, o clube da Lagoa Redonda, escalou um jogador irregular, contra o Nova Russas, em jogo válido pela 13ª rodada da competição. Denunciado pelo Maracanã, equipe que também lutava para subir, o time amarelo e roxo perdeu sua vaga. 

Baseada na portaria n° 13, a Diretoria de Competições da Federação Cearense de Futebol (FCF) acabou por excluir a Águia. A denúncia foi feita em cima da escalação irregular do atleta Esiel Cardoso Moreira, que deveria ter cumprido suspensão automática, após receber cartões amarelos nos dias 01/04 na derrota para o Tiradentes por 1 a 0, em empate com o Barbalha por 2 a 2 no dia 19/04 e após vitória contra o Tiradentes por 3 a 1 no dia 25/04. 

Com a exclusão do Uniclinic, Tiradentes e Maracanã farão a grande final da Série B Cearense. A partida acontece no próximo sábado (30), às 16h, no estádio Presidente Vargas. 

Fonte: Diário do Nordeste | Foto: Kid Junior

Toda semana, a diretoria do Flamengo se reúne com o técnico Vanderlei Luxemburgo para avaliar o planejamento. No entanto, o encontro desta segunda-feira pode servir para definir de vez a contratação do atacante Paolo Guerrero, hoje no Corinthians , e até anunciá-lo como novo reforço para a disputa da sequência do Campeonato Brasileiro .

A reunião contará com o técnico e os principais dirigentes do Flamengo: o presidente Eduardo Bandeira de Melo, o CEO Fred Luz, o vice-presidente de futebol Alexandre Wrobel, o executivo Rodrigo Caetano e o vice de finanças Rodrigo Tostes.

O Flamengo avançou na negociação com Guerrero depois que o Corinthians praticamente anunciou a desistência. Primeiramente os dirigentes rubro-negros ouviram valores muito altos: R$ 18 milhões de luvas mais R$ 500 mil por mês de salário. Então direção montou uma contraproposta de R$ 12 milhões, sendo R$ 2 milhões à vista e o restante diluído nos 30 meses de contrato.

Para alcançar a "entrada", a direção conseguiu um empréstimo com um grupo de conselheiros (três emprestaram R$ 500 mil, e um grupo de 20 apaixonados se cotizaram para levantar mais R$ 500 mil, totalizando os R$ 2 milhões desejados para oferecer ao jogador).

A última oferta feita pelo Corinthians, pelo então presidente Mário Gobbi, foi de US$ 5 milhões à vista em luvas e o teto salarial do clube (R$ 500 mil) para um contrato de três temporadas, mas os representantes do atleta recusaram. Outros clubes apareceram em busca do jogador, mas sempre esbarram na alta pedida das luvas.

Atualmente, o Flamengo está na zona de rebaixamento do Brasileiro, mesma situação que o técnico Luxemburgo encontrou no ano passado. Por isso ele deixou claro recentemente que precisa de, pelo menos, dois jogadores-chave para conseguir resultados. Assim, a diretoria está abrindo o o cofre.

Existem alas no clube que querem a demissão de Luxemburgo como forma de solução para os problemas, mas Bandeira de Mello não gosta da ideia. Uma demissão agora geraria um desgaste dentro da política rubro-negra. Com eleição marcada para o fim do ano, a saída para agradar os opositores seria vista como um golpe no comando da situação e uma vitória do grupo de oposição.

Além de Guerrero, o Flamengo também avaliou a contratação de outro corintiano, o meio-campista Petros. Porém, ele mesmo mostrou que dificilmente a negociação dará certo. "Comigo não tem nada acertado. É muito simples. O Flamengo faz a proposta ao Corinthians e, se o clube me vender, vou conversar. Tenho um contrato muito bom no Corinthians, mas não depende de mim. Tenho um carinho enorme pela torcida", ressaltou Petros, após o jogo contra o Fluminense , neste domingo.

Fonte: Terra

No final de semana, surgiu a notícia de que Elias havia recebido oferta para voltar ao Flamengo. O meia confirmou a proposta, mas garantiu que permanecerá no Corinthians pelo menos até o final do contrato em 2017, segundo o site Globoesporte.com.

“Houve o contato com o Flamengo. Conversei com a diretoria do Corinthians no sábado pela manhã e ficou decidido que as negociações estavam encerradas. Apareceu essa proposta e houve um mal-entendido, pois eu nunca demonstrei interesse em sair. Mesmo com esse momento econômico difícil ou por qualquer outra coisa, não penso em deixar o clube”, disse.

 

“Está decidido que fico no Corinthians. Quero fazer um bom Brasileiro e brigar por títulos. Antes, fazer uma boa Copa América com a seleção brasileira. Sempre no início dos anos aparecem especulações, não só do Flamengo, como de outros países. Há sempre uma perspectiva de venda. Nunca podemos falar que vamos ficar porque pode aparecer alguma proposta irrecusável e você acaba aceitando. Eu pretendo continuar no Corinthians até o fim do meu contrato. Se aparecer alguma oferta milionária, vamos sentar e conversar com a diretoria”, completou.

 

As negociações começaram no meio da semana passada. O Corinthians demonstrou interesse em liberar o meio-campista, já que atravessa por um período crítico financeiramente e necessita de R$ 9 milhões para quitar a dívida com o Sporting, ex-clube de Elias. O jogador bateu o pé, negou que tivesse chegado a um acordo financeiro com o Flamengo e reiterou o desejo de permanecer no Timão por questões familiares.

 

“O Flamengo procurou meu pai, que me ligou. Ele me disse: “O Flamengo está interessado, o que falamos?”. Nós não podemos falar não. O Flamengo me colocou em uma saia-justa. Estou jogando em um clube que gosto e torço e vem o clube com o qual eu me identifiquei muito. Não tem como falar não, não tem como rejeitar. Depois, pensando bem, talvez eu tenha agido mal com os dois clubes por ter conversado. Pensei bem com a minha família e encerramos qualquer tipo de negociação”, explicou.

 

No empate sem gols contra o Fluminense, no domingo, no Maracanã, Elias iniciou a partida no banco de reservas. O camisa 7 confirmou que a decisão do treinador foi devido ao fato de a negociação estar em andamento.

 

“Ele é muito exigente nessa parte de concentração e foco para os jogos. Eu falei que queria ser convocado e resolvemos sem problema nenhum”, afirmou.

 

crédito foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

 

Fonte: Torcedores.com

Empresário Jorge Machado agencia os dois atletas e tenta fechar ida do atacante para a Rússia e permanência do volante em Belo Horizonte

 

O Grêmio pode ajudar o Atlético-MG a manter um jogador importante para a sequência da temporada. O volante Rafael Carioca é fundamental para a saída de bola do Galo e chega bem ao ataque. Dono de um bom passe, o camisa 5 bate bem na pelota e nesta temporada foi autor de um golaço em belo chute de fora da área contra o Colo-Colo, pela Libertadores. Na ocasião, o gol classificou o Alvinegro para as oitavas de final do torneio.

 

No entanto, o contrato de Rafael Carioca com o Atlético-MG se encerra em agosto. No oitavo mês do ano, o meio-campista deve voltar ao Spartak Moscow, clube que o emprestou ao Galo e com o qual tem vínculo até 2018. A história, porém, não precisa ser assim.

 

O próprio jogador de 25 anos já declarou que quer continuar em Belo Horizonte, e o time mineiro trabalha para renovar o empréstimo junto aos russos por mais um ano. O diretor-geral do Spartak Moscow, Roman Ashabadze, inclusive está no Brasil para negociar com o Atlético-MG.

 

O dirigente, aliás, também está em terras brasileiras para fazer outra negociação.

 

Junto com um olheiro do clube, Ashabadze acompanhou a vitória do Grêmio sobre o Figueirense, neste sábado, pelo Campeonato Brasileiro. O objetivo era ver o jovem atacante Yuri Mamute, que entrou aos 19 minutos da etapa final e participou da jogada do gol da vitória, marcado por Braian Rodríguez.

 

Na mira de outros clubes europeus, o jovem tupiniquim vem se destacando nos últimos meses. Pelo Tricolor Gaúcho, o avante já marcou dois gols no Brasileirão, ambos anotados no empate por 3 a 3 com a Ponte Preta. Além disso, o garoto já fez bons jogos pelas seleções brasileiras de base, inclusive um bom Torneio de Toulon, disputado na França, que atrai vários olheiros dos grandes clubes da Europa, de olho em jovens talentos.

 

O Spartak é o maior campeão russo, com nove conquistas, mas vive um jejum de 14 anos sem faturar a Russian Premier League - no geral são 12 anos, já que levantou a Copa da Rússia em 2003 -, e viu o Zenit e o rival CSKA Moscow dominarem o país nos últimos anos. 

 

E a paciência parece ter chegado ao fim com a fraca temporada atual. Mesmo faltando uma rodada para o fim do Campeonato Russo, o time sequer conseguiu vaga na Liga Europa e só marcou 39 gols durante todo o certame. Entre os atacantes do clube, nenhum anotou mais de dois tentos. O artilheiro da equipe é o meio-campista holandês Promes, que colocou as bolas nas redes 11 vezes na temporada.

 

Por isso, o Spartak corre atrás de reforços para o ataque, e a diretoria pretende apostar no jovem Yuri Mamute, que tem 20 anos recém-completados no dia 7 de maio.

 

Onde entram Atlético-MG e Rafael Carioca nessa história? O empresário do volante e do atacante é o mesmo: Jorge Machado. O agente tenta negociar com o Spartak a ida de um cliente para a Rússia e a permanência de outro no Brasil.

 

Os russos não querem liberar o meio-campista para o Galo apenas para fazer a vontade do jogador. A negociação já foi complicada no ano passado, quando o atleta foi emprestado ao time mineiro. No entanto, um novo empréstimo por um ano não é visto com maus olhos pela diretoria do Spartak, que pode ser mais maleável na negociação caso consiga contratar Yuri Mamute.

 

Fonte: Goal

Candidato de oposição a Joseph Blatter na eleição para presidente da Fifa, o príncipe jordaniano Ali Bin Al Hussein ganhou o apoio de dois grandes camisa 10, Michel Platini e Diego Maradona, que fizeram duras críticas ao suíço na imprensa.

O primeiro a entrar em campo foi o argentino, que chamou Blatter de "ditador" em entrevista publicada nesta segunda-feira no jornal britânico Daily Telegraph.

"Com Sepp Blatter, a Fifa se tornou uma vergonha e um verdadeiro incômodo para os amantes do futebol", declarou Maradona 'El Pibe de Oro'. 

"Eu chamo Blatter de 'homem de gelo', porque falta a ele a inspiração e a paixão que constituem o mesmo coração do futebol. Ninguém apoia abertamente a Blatter, mas muitos acreditam que vai ganhar um quinto mandato. É um absurdo!", lamentou 'El Pibe de Oro'.

- Platini se sente traído -O apoio mais valioso, porém, veio da França, com ninguém menos que o presidente da Uefa, Michel Platini, alfinetando em entrevista no jornal L´Équipe o dirigente que ajudou a chegar ao poder em 1998, quando sucedeu a João Havelange.

"Não tenho nada contra Sepp, é um homem que respeito. Mas enquanto ele continuar no cargo, a Fifa estará no prejuízo em termos de credibilidade, imagem, e portanto, autoridade", sentenciou.

O que deixa Platini mais inconformado, é o fato dele mesmo ter apoiado Blatter na última eleição, em 2011, com base na promessa de que deixaria o cargo ao final do mandato.

"Ele me pediu, olhos nos olhos, para apoiá-lo, para o que seria seu último mandato. Tive a desagradável impressão de ter me comprometido pessoalmente ao me basear numa mentira", lamentou o francês.

"Sepp diz que quer continuar porque ainda não cumpriu sua missão, mas não é nada disso. Ele simplesmente tem medo do amanhã. Entendo este medo do vazio, mas se ele realmente ama a Fifa, deveria pensar nela antes de pensar nele mesmo", disparou, antes de enfatizar que a entidade precisa de "sangue novo".

- 'Transparência' -A única alternativa que sobrou é o Príncipe Ali. Na tentativa de formar uma frente unida de oposição, o ex-craque português Luis Figo e Michael Van Praag, presidente da Federação Holandesa, desistiram da disputa na última quinta-feira.

Mesmo assim, Blatter ainda é o grande favorito, contando com fortes apoios até nas terras de Ali. O presidente da Confederação Asiática (AFC), o xeque Salman bin Ebrahim al Khalifa, do Bahrein, nunca escondeu sua preferência pelo suíço.

Mesmo assim, Platini ainda espera colocar o jordaniano na cara do gol, como fazia nos gramados. 

"Tenho a convicção que Ali poderia ser um grande presidente da Fifa", afirmou o francês, que não votará na eleição (quem vota são os 209 presidentes das federações dos 209 países membros), mas deixou claro que apoia o rival de Blatter "a título pessoal".

Ali não demorou para devolver o elogio, e se disse "profundamente honrado" pelo apoio do presidente da Uefa na sua conta Twitter "AliForFifa".

- A conta não fecha -O jordaniano também publicou um vídeo em que critica "desperdícios" da atual direção da Fifa, além de denunciar "decisões unilaterais", "liderança controversa" e "problemas de ética".

"Vivemos uma situação de emergência. Precisamos agir antes que seja tarde. Serei sua voz para que a Fifa tenha um futuro do qual poderemos nos orgulhar", completou Ali, que voltou a cobrar mais "transparência", seu principal lema de campanha.

Com o apoio de Platini, o príncipe pode contar com 53 votos das federações europeias, mas deve ter dificuldade para conseguir apoio nas outras confederações. 

Além de ser longe de ter unanimidade no seu próprio continente, a Ásia (46 votos) Ali não pode ter muitas esperanças do lado da África (54), que sempre mostrou-se fiel a Blatter. A Conmebol (14) e a Concacaf (33) também costumam apoiar o suíço.

Fonte: NE 10

O Real Madrid demitiu o técnico Carlo Ancelotti após o clube mais rico do mundo em receitas não conquistar nenhum grande troféu nesta temporada, anunciou o presidente Florentino Pérez nesta segunda-feira.

 

"O conselho de diretores decidiu retirar Carlo Ancelotti de suas funções", disse Pérez em entrevista coletiva.

"Foi uma decisão muito difícil ... mas não viemos para o Real Madrid para tomar decisões fáceis, mas para tomar decisões que acreditamos que seja a melhor para uma instituição que é um ponto de referência em todo o mundo", acrescentou o magnata da construção.

O clube vai anunciar um sucessor na próxima semana, disse Pérez, e a imprensa local afirma que o ex-técnico de Liverpool e Chelsea Rafa Benitez, atualmente no Napoli, que já teve uma breve passagem como treinador da equipe juvenil do Real, é o favorito para substituir Ancelotti.

Outros nomes especulados são os do alemão Juergen Klopp, que deixou o Borussia Dortmund, e do ex-jogador do Real Michel, que passou pela equipe B do Real e clubes como Getafe e Sevilla.

O italiano Ancelotti, que tinha um contrato de três anos que iria até o final da próxima temporada, levou o Real ao seu 10º título europeu e a um triunfo da Copa do Rei em 2013-14.

No entanto, nesta temporada a equipe foi eliminada na semifinal da Liga dos Campeões pela Juventus, enquanto o Barcelona venceu o Campeonato Espanhol. O Real também perdeu para o Atlético de Madri na Copa do Rei, em janeiro.

Fonte: Reuters

O tenista Thomaz Bellucci ficou entre os 40 atletas mais bem pontuados pelo ranking da ATP, que foi atualizado na manhã desta segunda-feira. O paulista foi quem mais cresceu no top 100 do ranking, subindo 20 posições e figurando no 40º lugar graças aos pontos conquistados pelo título do ATP de Genebra no fim de semana.

 

A última vez que o brasileiro ficou no top 40 foi em 20 de maio de 2013. Desde então passou pelo 168º lugar, ainda naquele ano, buscando retomar melhores pontuações. O recorde de Bellucci foi a 21ª colocação, conquistada em julho de 2010.

 

Além do paulista, o tenista João "Feijão" Sousa foi o outro brasileiro que se manteve entre os 100 melhores atletas. Feijão subiu dois pontos em relação ao último ranking divulgado e agora se encontra em 78º. Já André Ghem superou sua marca anterior, de 142º, e assumiu a posição recorde de sua carreira, subindo para 140º, enquanto Guilherme Clezar ficou em 172º. Os gaúchos tentaram furar o qualifying para entrar na chave principal de Roland Garros, mas acabaram caindo na última sexta-feira.

Depois de ter a melhor pontuação da carreira em fevereiro deste ano, ao ficar em 208º, o carioca Fabiano de Paula apareceu em 237º no ranking. Henrique Cunha foi outro que conseguiu um recorde ao conquistar o 244º lugar. Caio Zampieri, por sua vez, subiu 18 posições e iniciou a semana em 398º.

Nenhuma posição foi modificada entre os 10 primeiros colocados. O sérvio Novak Djokovic lidera o ranking com 13,845 pontos e continua sem ter o posto ameaçado, seguido pelo suíço Roger Federer, que soma 9,235 pontos. Andy Murray mantém o terceiro lugar, com 7,040 pontos, e Tomas Berdych segue na quarta colocação, com 5,230 pontos. Em quinto e sexto lugar figuram os tenistas Kei Nishikori e Milos Raonic. Já os espanhois Rafael Nadal e David Ferrer ocupam o sétimo e oitavo lugar, respectivamente. Fechando o top 10, Stan Wawrinka é o nono colocado e Marin Cilic está na décima posição.

Top 100 da WTA tem apenas uma brasileira - Entre as brasileiras, a única presente entre as 100 melhores do ranking da WTA é Teliana Pereira, que subiu do 77º para o 76º lugar e soma 745 pontos. A tenista está a apenas uma colocação de sua melhor marca, alcançada no início de maio deste ano. Teliana disputa o Roland Garros pela segunda vez depois de furar a quali na última sexta-feira. Além disso, a brasileira conquistou o título do ITF de Medellín, na Colômbia, e o WTA de Bogotá. Já Bia Haddad figura na 166ª colocação.

Fonte: Terra

O Flamengo voltou a vencer o Limeira no interior paulista. Na noite desta segunda-feira (11/5), a equipe carioca impôs 92 a 73 sobre os mandantes no Ginásio Vô Lucato e fez 2 a 0 no confronto da semifinal do NBB 7. Agora, o time rubro-negro, atual campeão, está a um triunfo de conquistar uma vaga na decisão para disputar seu quarto título do Novo Basquete Brasil.

Na primeiro duelo, disputado também no Ginásio Vô Lucato no último sábado, o Flamengo levou a melhor por 85 a 78 e saiu na frente.

A terceira partida da série melhor de cinco acontece nesta quinta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Tijuca Tênis Clube. Dessa vez no Rio de Janeiro, o Rubro-Negro terá a chance de selar sua classificação à final diante de sua torcida.

No jogo desta segunda-feira, os destaques do lado vencedor foram Marquinhos, com 30 pontos, cinco rebotes e cinco assistências e o argentino Nicolás Laprovittola (30 pontos, três rebotes e seis assistências).

Já pela equipe mandante, os principais pontuadores foram Teichmann, com 19 pontos, seis rebotes e uma assistência, Deryk (13 pontos, dois rebotes e duas assistências) e Rafael Mineiro (12 pontos, três rebotes e cinco assistências).

Em boa fase, o argentino Nicolás Laprovittola exaltou a atuação da equipe e pediu ao time rubro-negro que aproveite a sequência para chegar à final. “Fomos bem hoje. A gente está muito focado no objetivo de conquistar o campeonato e precisamos aproveitar nosso bom momento para conseguir isso”, declarou, ao Sportv.

Na outra semifinal, o Mogi das Cruzes venceu o Bauru fora de casa na primeira partida por 81 a 73 e ambas as equipes voltam a se enfrentar nesta terça-feira, novamente no Ginásio Panela de Pressão.

Fonte: Super Esportes

Salgueiro e Ceará fizeram o primeiro jogo entre as equipes pelas quartas de final da Copa do Nordeste, nesta quarta-feira (25), no Cornélio de Barros. Com campanhas semelhantes na primeira fase da competição, o Carcará e o Vovô se classificaram em primeiro lugar pelos grupos C e D, respectivamente.

Mas, enquanto o time pernambucano esperava continuar fazendo história na competição, o time cearense buscava mais uma semifinal. Com mais organização e jogadas ofensivas, o Ceará venceu o Salgueiro por 2 a 0 fora de casa. Com o resultado, a equipe visitante garantiu vantagem para o jogo de volta. 

Jogando em casa, com as arquibancadas cheias, o Salgueiro entrou em campo segurando o Ceará e tentando jogadas de contra-ataque. Mas com desfalques importantes, a equipe não conseguiu criar boas oportunidades. Tranquilo e sem a pressão da torcida, o Ceará aproveitou os espaços e garantiu a vitória. O público da partida foi de 8.089 pessoas. 

As equipes se encontram novamente no sábado (28), a partir das 18h30, no Castelão. Para se classificar, o Ceará pode empatar e até perder por até um gol de diferença. Para o Salgueiro continuar na competição, a única alternativa é vencer com folga.

O JOGO

Com cinco minutos de jogo, o Salgueiro já teve indícios de que a partida não seria fácil. O artilheiro da equipe, Anderson Lessa acabou deixando o campo machucado. Cicinho, que o substituiu não conseguiu se encontrar em campo, tanto que no final acabou sendo substituído por Julio Estevão. Se no ataque a situação estava complicada, na defesa o Carcará bem que tentou segurar o Vovô, mas  aos 25 minutos, Fernandinho sem marcação mandou uma bomba da entrada da área e abriu o placar.

No segundo tempo, o Ceará continuou dominando a partida e levando seguidas jogadas de perigo ao gol de Luciano. Em uma das investidas, Samuel Xavier tentou cruzamento e Ricardinho aproveitou para marcar um golaço, aos 15 minutos. Depois disso, a equipe continuou pressionando e   buscando ampliar a vantagem. Mas o jogo acabou mesmo em 2 para o Ceará e 0 para o Salgueiro.

 

 

 

 

 

Fonte: ESPN                           /Foto: Google Imagens 

Pesquise no site

Amigos online

Temos 41423 visitantes e Nenhum membro online